Enfermeiros Home-Care: anjos da guarda na sua casa

Os enfermeiros particulares popularizaram-se, proporcionando comodidade e segurança para pacientes e familiares

Luiz Fernando Barp

Hoje a assistência hospitalar em unidades de saúde deixou de ser a única forma de emprego para profissionais da área de enfermagem. A prática de enfermeiros de Home-Care, que consiste em atuar de maneira autônoma com pacientes diversos, vem sendo mostrada inclusive no horário nobre da televisão brasileira. Tendo em vista a personagem da atriz Glória Pires na novela Insensato Coração, o Prosa & Prozac procurou informar mais sobre a forma de atuação desses profissionais  no Brasil.

Nos Estados Unidos, o Home-Care aparece na lista de profissões populares a mais de um século, no Brasil se encontra em fase inicial. O serviço de saúde domiciliar, como pode ser conceituado, se dedica a atuar na casa dos pacientes, principalmente idosos, dedicando uma atenção especial àqueles que necessitam de cuidados. O propósito do Home-Care é promover, manter e restaurar a saúde, aumentando o nível de independência do paciente, enquanto diminui os efeitos das patologias e condições que possui.

A auxiliar de enfermagem aposentada Elza Greiner, 57, trabalha nessa área há 10 anos. Após trabalhar por mais de 25 anos dentro de hospitais, viu nessa forma de trabalho uma maneira de obter lucro de maneira menos cansativa e autônoma. Elza já atendeu mais 15 pacientes durante esse período, acompanhando muitos deles até o momento do seu óbito. “É um trabalho gratificante. Vejo no olhar dos idosos a felicidade de ter alguém que esteja disponível para atender a suas necessidades em tempo integral”, afirma ela.

O trabalho de enfermeiro Home-Care oferece uma série de vantagens quando comparado ao trabalho público. A vida fora de um hospital, por exemplo, diminui o risco de adquirir doenças inerentes a ambientes hospitalares. Outra vantagem é a flexibilidade de horários que o profissional pode ter, podendo, muitas vezes, desempenhar outras atividades. A estudante de enfermagem Mauren Vieira, 20, vê nessa forma de trabalho uma maneira de obter lucro e continuar estudando, já que pretende, após graduada, buscar uma especialização.

Não são todos os enfermeiros, contudo, que concordam com essa forma de trabalho. Alguns argumentam que o tempo destinado ao curso técnico ou graduação não é valorizado dentro de um domicílio. Sendo o profissional uma pessoa estranha no ambiente familiar, qualquer problema faz do profissional o primeiro suspeito. O assunto, entretanto, é polêmico quando aqueles que condenam a forma de trabalho se negam a identificar-se. Nota-se então, que o tema não é de uma opinião unânime, e que rende diversas abordagens.

Controvérsias à parte, para os familiares, poder contar com um profissional da área da saúde dentro de casa é sempre uma vantagem. As responsabilidades até então da família passam para o enfermeiro, que deve estar atento a qualquer alteração no paciente. Para Maria D. Bueno dos Santos, 48, que emprega uma enfermeira em sua residência há mais de um ano, a tranqüilidade de sair e deixar o familiar debilitado nas mãos de um profissional especializado é inexplicável. Ela argumenta que algumas características desse profissional são indispensáveis: “confiança, responsabilidade, e amor com o paciente é sempre necessário”.

Vale lembrar que o enfermeiro Home-Care não substitui o hospital, o profissional deve estar ciente que qualquer instabilidade nas condições psico-biológicas do paciente deve-se buscar uma junta de especialistas. Os equipamentos e os recursos disponibilizados num centro de atendimento de saúde são indispensáveis em casos graves.

O Conselho Regional de Enfermagem (COREN) já prevê uma resolução que aponta os deveres e direitos do profissional que se dedica a atuar como Home-Care. Regras e informações adicionais sobre essa nova forma de emprego você pode conferir em site especializado no assunto.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Enfermeiros Home-Care: anjos da guarda na sua casa

  1. Renê freiria de Oliveira diz:

    Gostaria de trabalhar como enfermeiro em home car. Sou formado pela facudade FMU. T EL:011 95558694

  2. A PUC-Campinas está com inscrições abertas até 26 de julho para os cursos de especialização Gestão em Enfermagem.
    Acesse ao site para mais informações:
    http://www.puc-campinas.edu.br/pos/lato/curso.aspx?id=36
    Se você está pensando em mudar de instituição de ensino, veja quais os procedimentos para se transferir para PUC-Campinas:
    http://www.puc-campinas.edu.br/servicos/transferencias.asp

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s