Inimigos microscópicos

Saiba como evitar o contato com os causadores da rinite alérgica

Martha Steffens

O pólen das flores de ipê causa alergia a algumas pessoas (Foto: Shana R. Nazário)

Muitas pessoas sofrem com alergias, elas são uma “praga” no nosso cotidiano. Uma das mais constantes é a rinite alérgica, que pode manifestar-se em qualquer idade. Em geral, ainda na idade infantil há os primeiros sintomas. Essa alergia é uma inflamação eosinofílica da mucosa nasal e dos seios paranasais (seios da face), de caráter crônico, resultante de uma reação mediada por IgE (anticorpo). Ela ocorre devido ao contato com os fatores alergênicos, que podem ser muitos, como fumaça, ácaros, fungos, baratas, animais domésticos e pólens. O sintoma mais comum é a coceira, que pode limitar-se ao nariz, mas também pode afetar o palato (céu da boca), olhos, faringe, laringe e orelhas. Também pode ocorrer rinorréia (corrimento nasal), espirros e obstrução dos septos do nariz.

Segundo o médico João Dornelles da Silveira, para ficar longe da rinite deve-se evitar o contato com fatores alergênicos através de um tratamento preventivo, como retirar da casa tudo que acumule poeira e ácaros – como tapetes, cortinas e carpetes. Também deve-se evitar pelos de animais, certos produtos de limpeza, fungos e umidade. “Caso esse contato seja inevitável, há a possibilidade de um tratamento medicamentoso, onde ocorre o uso de descongestionantes, anti-histamínicos e corticosteróide”, diz o médico.

Os períodos mais difíceis para quem tem rinite é a primavera – época do ano em que há bastante incidência de pólen das flores – e o inverno – onde usa-se cobertores e agasalhos de lã, objetos que acumulam muita poeira e ácaros. Em algumas cidades, certos tipos de árvore, como o ipê, são podados por causar alergia – devido ao pólen – na população. O estudante Rafael Dias, 22, sofre de rinite alérgica desde a infância e a partir deste período faz tratamento medicamentoso com seu pneumatologista.

“É difícil lidar com a rinite, pois frequentamos muitos lugares, como casa, faculdade, trabalho. E por mais que tento evitar o contato com as coisas que eu sei que podem me causar a alergia, isso torna-se inevitável. Então remédios como Loratadina (antialérgico) ajudam a combater os sintomas da alergia e também o uso de congestionantes, como o Sorine, para facilitar a respiração”, diz o estudante.

A rinite não tem cura, mas pode ser amenizada de várias maneiras além da higiene ambiental e do tratamento medicamentoso. Há também as vacinas anti-alérgicas, um tratamento mais longo, mas que se feito corretamente, diminui bastante a sensibilidade do paciente aos fatores alergênicos.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s