Cuidado com a desidratação!

Tome água todo dia e aumente a dose em dias quentes

Mariane de Oliveira

A recomendação de água para dias quentes é de cerca de dois litros (Foto: Mariane de Oliveira)

A desidratação acontece quando ocorre uma perda de líquidos corporais, principalmente água, e quando a relação entre a ingestão e a eliminação de líquidos fica desequilibrada. Isso faz com que o organismo não tenha água suficiente para realizar suas funções normais, podendo desenvolver uma desidratação leve ou grave. O corpo humano tem em média 70% do seu peso formado por água e essa porcentagem pode variar conforme a quantidade de gordura do corpo.

Normalmente, perdemos em média 2,5 litros de água por dia, seja pela urina, fezes, suor ou até mesmo pela respiração. No verão, essa perda é ainda mais comum: o calor faz com que o corpo libere mais água pelo suor, além de maior incidência de vômito e diarréia provocada por infecções gastrointestinais. Esse foi o caso de Daiane Bárbara Damo, 22, bacharel em Direito, que adquiriu uma desidratação leve provocada por uma infecção gastrointestinal e apresentou sintomas como sede, palidez e boca seca. Além desses, a desidratação leve pode apresentar cansaço, mucosas secas (boca, olhos) e ressecamento da pele.

O médico Uilson Gemelli, 39, diz que a maior parte dos casos de desidratação são leves, podendo tratar em casa com reposição de água ou com solução isotônica. “Já a desidratação grave apresenta sintomas como desmaio, tontura, moleza, queda da pressão arterial, convulsões e confusão mental”, acrescenta o médico. Se o paciente apresentar sintomas de desidratação grave, Gemelli recomenda que procure imediatamente um centro de saúde para fazer a reposição de eletrólitos (sais minerais que afetam a quantidade de água no corpo, atividade muscular, e outras funções importantes) por via sanguínea.

Alguns remédios também podem causar desidratação. A estudante Gabrielle Rossato, 19, apresentou sintomas de desidratação enquanto fazia tratamento contra acne com acompanhamento médico. “Foi preciso tomar soro caseiro três vezes por semana, além de usar cremes especiais para a pele ressecada”, diz a universitária. O uso em excesso de diuréticos também pode levar a desidratação.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s